Referências

Confira abaixo as principais referências bibliográficas desta pesquisa, no formato artigo, e disponíveis integralmente para download livre na Internet. Para acessá-los, basta clicar no nome do artigo. 

     

Conselhos

 

Brasil. Decreto n. 99.438, de 7 de agosto de 1990A, dispõe sobre a composição dos Conselhos de Saúde. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/legislacao/lei8142_281290.htm

 

______. Lei 8.142, dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros e dá outras providências. Disponível em: http://www.mp.ba.gov.br/atuacao/cidadania/gesau/legislacao/texto/lei_8142_90.pdf.  

 

______. Lei 8080, de 19 de setembro de 1990B. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União: secção 1:018055, 20 set. 1990. 

 

______. Ministério da Saúde. 8ª Conferência Nacional de Saúde. Brasília, DF: 1986. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/cidadao/area.cfm?id_area=1124 

 

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. A prática do controle social: conselhos de saúde e financiamento do SUS. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2002. 

 

CARVALHO, A. I. Conselhos de saúde, responsabilidade pública e cidadania: a reforma sanitária como reforma de Estado. In.FLEURY, S. M. (Org.) Saúde e democracia: a luta do Cebes. São Paulo: Lemos, 1997. 

 

COELHO, V.S.P. A democratização dos conselhos de saúde. O paradoxo de atrair não aliados. Novos Estudos, nº 78, p. 77-92, julho de 2007. 

 

COHN, A.; ELIAS, P. e JACOBI, P. Participação popular e gestão de serviços de saúde: Um olhar sobre a experiência do município de São Paulo. Revista Saúde em Debate, n. 38/ março, 1993. 

 

CORREA, M. V. Controle Social na Saúde. Serviço Social e Saúde: Formação e Trabalho Profissional, 2005. 

 

CÔRTES SMV. Construindo a possibilidade de participação dos usuários: conselhos e conferências no Sistema Único de Saúde. Sociologias. 2002. 7: 18-48. 

 

FALEIROS, V. P. A construção do SUS: histórias da reforma sanitária e do processo participativo. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 

 

COUTINHO, C. N. Representação de interesses, formulação de políticas e hegemonia. In TEIXEIRA, S. F. (Org.). Saúde e democracia; a luta do Cebes. São Paulo: Lemos, p. 187-202, 1997. 

 

FLEURY, S. M. (Org.) Saúde e democracia: a luta do Cebes. São Paulo: Lemos, 1997. 

 

MACHADO, F. A. Participação social em saúde. In CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE 8., Brasília, Anais…Brasília: Centro de documentação do Ministério da Saúde, 1987. 

 

Min.Saúde. O SUS de A a Z: garantindo saúde nos municípios. Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde Brasília, 2005. 

 

MORITA, I, GUIMARÃES, J. F. C. E MUZIO, B. P. D. A Participação de Conselheiros Municipais de Saúde: solução que se transformou em problema? Saúde e Sociedade v.15, n.1, p.49-57, jan-abr. 2006. 

 

OLIVEIRA, V. C. Comunicação, Informação e Participação Popular nos Conselhos de Saúde. Saúde e Sociedade v.13, n.2, p.56-69, maio-ago 2004. 

 

PAIM, J. S. Direito à saúde, cidadania e estado. In. CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE 8., Brasília, Anais…Brasília: Centro de documentação do Ministério da Saúde, p. 45-59, 1987. 

 

______.; ALMEIDA FILHO. N. Saúde coletiva: uma “nova saúde pública” ou campo aberto a novos paradigmas? Rev. Saúde Pública, 32 (4): 299-316, 1998. 

 

______.; TEIXEIRA, C. F. Política, planejamento e gestão em saúde: balanço do estado da arte. Rev. Saúde Pública, v. 40, p. 73-78, 2006 – Número Especial. 

 

PESTANA, C. L. S., VARGAS, L. A. V. e CUNHA, F. T. S. C. Contradições surgidas no Conselho Gestor da Unidade Básica de Saúde da Família de Vargem Grande, Município de Teresópolis-RJ – PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 17(3):485-499, 2007. 

 

PONTUAL, P. Desafios à construção da democracia participativa no Brasil: a prática dos conselhos de gestão das políticas públicas. Observatório dos Direitos do Cidadão Polis/IEE-PUC-SP. São Paulo, janeiro de 2008. Acesso no site www.polis.org.br  

 

RODRIGUES NETO, E. A via do parlamento. In FLEURY, S. M. (Org.) Saúde e democracia: a luta do Cebes. São Paulo: Lemos, 1997. 

 

SPOSATI, A. e LOBO, E. Controle social e políticas públicas In: Cadernos de Saúde Pública, vol.4, n. 8. Brasil, 1992. 

 

TEIXEIRA, M. L., VIANNA, W., CAVALCANTI, M. L. e CABRAL, M. P. Participação em saúde: do que estamos falando? Sociologias, Porto Alegre, ano 11, nº 21, jan./jun, p. 218-251, 2009. 

 

WENDHAUSEN, Á, CARDOSO SM. Processo decisório e Conselhos Gestores de Saúde: aproximações teóricas. Rev Bras Enferm, Brasília set-out; 60(5): 579-84, 2007. 

 

Conferências de Saúde 

 

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. As Conferências Nacionais de Saúde: Evolução e perspectivas. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília: CONASS, 2009. 100 p. (CONASS Documenta; 18)  

CÔRTES, SMV. Construindo a possibilidade de participação dos usuários: conselhos e conferências no Sistema Único de Saúde. Sociologias. 2002. 7: 18-48. 

 

CÔRTES, SMV. Conselhos e conferências de saúde: papel institucional e mudança nas relações entre Estado e sociedade. In: Fleury S, Lobato LVC, organizadores. Participação, democracia e saúde. Rio de Janeiro: Cebes; 2009. p. 102-128. Apresentação em Power Point referente ao texto disponível em www.ensp.fiocruz.br/biblioteca/dados/txt_449689846.ppt 

 

ESCOREL, S.; LUCCHESE, P. XI Conferência Nacional de Saúde: algumas primeiras impressões. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 24, n. 56, p. 102-106, set./dez. 2000. 

 

GUIZARDI, FL et al. Participação da comunidade em espaços públicos de saúde: uma análise das Conferências Nacionais de Saúde. Rev. Saúde Coletiva. 2004. 14(1): 15-39.

PINHEIRO, M.C; WESTPHAL M.F; AKERMAN, M. Equidade em saúde nos relatórios das conferências nacionais de saúde pós-Constituição Federal brasileira de 1988. Cad. Saúde Pública. 2005; 21(2): 449-458. 

  

Comunicação, rádios comunitárias e saúde – Artigos Nacionais 

 

BIANCO, N. R. rádio a serviço da comunidade. Comunicação & Educação, São Paulo, [18]: 22 a 35, maiolago. 2000. 

 

CALABRE, L. Estrelas em foco: As rainhas do rádio. In: X Encontro Regional de História e Biografias, 2002, Rio de Janeiro: UERJ, p. 101-101, 2002. 

 

COSTA, M.S.R. Rádios comunitárias como rádios educativas, explorando os potenciais educativos do rádio e das rádios comunitárias, na Baixada Fluminense/Rio de Janeiro. Revista de Sociologia e Política, n. 22, p. 59-79, jun. 2004. 

 

FIGUEIREDO, R; AYRES, J. R. C. M. Intervenção comunitária e redução da vulnerabilidade de mulheres às DST/ Aids em São Paulo, SP Rev Saúde Pública 2002;36(4 Supl):96-107. GALLO, P. R. Radiodifusão comunitária: um recurso a ser valorizado no âmbito da educação em saúde. Saúde debate; 25(59): 59-66, set.-dez. 2001. 

 

GALLO, P.R.; ESPÍRITO SANTO, S.K.A.M. A percepção de gestores de saúde sobre a rádio comunitária como instância mediadora para o exercício do controle social do SUS. Revista Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v.33, n.82 maio/ago. 2009. 

 

JURBERG, C. MACCHIUTE, B. Câncer nas Ondas do Rádio, Revista Brasileira de Cancerologia 2007; 53(3): 291-296. 

 

KRUSCHEWSKY, J. E.; KRUSCHEWSKY, M. E. CARDOSO, J. P. Experiências pedagógicas de educação popular em saúde: a pedagogia tradicional versus a problematizadora. Rev.Saúde.Com 2008; 4(2): 160-161. 

 

MATOS, M. R.; MENEGUETTI, L. C.; GOMES, A. L. Z. Comunicação, saúde e comunidade: a contribuição das rádios comunitárias. Anuário Unesco/Metodista de Comunicação Regional, Ano 11 n.11, 121-133, jan/dez. 2007. 

 

______.; Uma experiência em comunicação e saúde. Comunicação saúde educação v.13, n.31, p.437-47, out./dez. 2009. 

 

Ministério das Comunicações, Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica, Rádio Comunitária RADCOM. Relação de entidades autorizadas – Brasil. Disponível em: http://www.mc.qov/sites/700/719/00002002.pdf 

 

______. Cartilha com informações para montagem de rádios comunitárias. Disponível em: http://www.mc.gov.br/radio-comunitaria/cartilha 

PRADO, E. V. Programa de educação em saúde via rádio: percepção do ouvinte. O MUNDO DA SAÚDE São Paulo: 2007: jul/set 31(3):394-402. 

 

RODRIGUES, J; VASCONCELLOS, M. P. C. A guerra e as laranjas: uma palestra radiofônica sobre o valor alimentício das frutas nacionais (1940). História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.14, n.4, p.1401 -1414, out.-dez. 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: